Brasileiros podem receber até R$ 2.313 do Bolsa Família; entenda

524
visualizações

A combinação entre o seguro-desemprego e o Bolsa Família pode resultar em uma renda mensal de até R$ 2.313 para famílias brasileiras. Considerando que o seguro-desemprego paga no mínimo R$ 1.412 e o Bolsa Família libera no mínimo R$ 600, essa soma representa uma oportunidade significativa para quem enfrenta o desemprego e a vulnerabilidade social. No entanto, é crucial entender as regras e implicações desse acúmulo de benefícios.

Sobre o Bolsa Família

O Bolsa Família, programa de transferência de renda do Governo Federal, é direcionado a famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Para se qualificar, é necessário estar inscrito no Cadastro Único e ter uma renda familiar de até R$ 218 por pessoa. O valor do benefício pode variar conforme a composição familiar, incluindo benefícios adicionais para crianças, jovens e gestantes.

Sobre o seguro-desemprego

Já o seguro-desemprego é destinado a trabalhadores que foram demitidos sem justa causa e estavam registrados com carteira assinada. Para receber o benefício, é necessário atender a critérios como não possuir renda própria, não receber outros benefícios previdenciários, além de comprovar vínculo empregatício e tempo de trabalho.

O valor do seguro-desemprego é calculado com base na média dos salários recebidos nos últimos meses, seguindo uma tabela específica que determina as faixas de salário médio e o valor da parcela a ser recebida. Essa média pode variar entre 80% e 50% do salário, com um valor máximo estabelecido em R$ 2.313,74.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui