BNDES apoia com R$ 288 mi melhoria da distribuição de energia elétrica no MS

286
visualizações

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 288 milhões para apoio ao plano de investimento da Energisa Mato Grosso do Sul, concessionária responsável pela distribuição de energia em 74 municípios do estado. A população atendida ultrapassa 2,6 milhões de pessoas, com destaque para a capital Campo Grande.

Prática consagrada para atendimento aos padrões de qualidade definidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), planos de investimentos periódicos são recorrentes nas empresas do setor. O plano de investimento da distribuidora Energisa Mato Grosso do Sul totaliza R$ 953 milhões no biênio 2023-2024. Até dezembro de 2024, os recursos possibilitarão manutenção das operações, melhoria da qualidade do fornecimento de energia elétrica e controle de perdas comerciais, além de expansão da rede e ampliação da base de clientes.

O financiamento do BNDES beneficia propriedades rurais e comerciais, que juntas representam mais da metade do consumo enérgico no estado, além de residências e indústrias. Entre as intervenções que serão executadas pela concessionária, estão atendimento a novos domicílios, ampliação de subestações e linhas de distribuição de energia e troca de equipamentos. Também devem ser expandidas ou substituídas redes de energia. A expectativa é de que sejam gerados mais de 660 empregos com a implantação do projeto.

“A expansão e melhoria dos serviços de distribuição de energia é prioridade para o BNDES, pois envolve projetos em que há fortes benefícios tanto em termos de expansão da população atendida quanto em relação à qualidade e confiabilidade da energia entregue”, destaca a diretora de Infraestrutura, Transição Energética e Mudança Climática do BNDES, Luciana Costa.

O apoio à Energisa Mato Grosso do Sul faz parte de um financiamento de R$ 1,7 bilhão aprovado pelo BNDES para auxiliar na manutenção e incremento da qualidade operacional das nove concessionárias de distribuição de energia controladas pelo Grupo Energisa. Os investimentos previstos para o biênio 2023-2024 somam R$ 5,83 bi e beneficiarão onze estados: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Paraíba, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Sergipe, Acre, Rio de Janeiro e Rondônia.


BNDES Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui