Enfermeira encontrada em MS estava sendo pressionada por agiotas após perder R$ 25 mil no ‘jogo do tigrinho’

1664
visualizações

A enfermeira Gabriely Sabino, de 23 anos, que sumiu após sair da casa dos pais em Piracicaba (SP) e foi localizada uma semana depois em Campo Grande (MS), estava sendo pressionada por agiotas após perder R$ 25 mil em apostas online no chamado “Jogo do Tigrinho”, conforme disse o advogado da família ao g1.

A jovem se apresentou à Polícia Civil em Piracicaba (SP), onde mora. O desaparecimento de Gabriely estava sendo investigado pela Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC), após a família da enfermeira registrar um boletim de ocorrência.

“Ela assumiu que se endividou com o jogo do tigrinho e estava devendo em torno de R$ 25 mil para agiotas. A Gabriely não teve coragem de contar para os pais a situação que estava passando e viajou”, disse José Oscar Silveira Junior.

•        

Como bloquear o ‘jogo do tigrinho’ no WhatsApp

O advogado detalha que Gabriely estava trocando mensagens com uma moradora de Campo Grande, que disse que a acolheria no momento de desespero pela dívida. Com isso, a jovem comprou uma passagem e fugiu de sua cidade sem avisar ninguém.

Dias depois do desaparecimento, a jovem ligou para os pais e informou que embarcaria com destino ao Aeroporto de Guarulhos, na capital paulista. A família aguardou a enfermeira no local e, ainda de acordo com Silveira, estão todos aliviados com o retorno da filha. “Ela chegou na manhã de sábado, está com a família e já voltou a trabalhar”.

Segundo o advogado, Gabriely disse aos pais que comprou passagem durante uma crise de ansiedade. “Ela estava sendo pressionada, mas não revelou quem são os agiotas. A família está muito aliviada, estavam todos desesperados”.

O que é o “Jogo do Tigrinho”?

O Jogo do Tigrinho é um cassino online famoso que promete ganhos fabulosos. Na prática, o objetivo dele é que o jogador faça uma combinação de três figuras iguais nas três fileiras que aparecem na tela. É um caça níquel, mas online.

No último domingo, uma reportagem do Fantástico mostrou que os jogos do tigrinho estão hospedados em plataformas clandestinas, não são auditáveis e não seguem regra alguma. É diferente das plataformas legalizadas de apostas, conhecidas como ‘bets’.

Algumas também oferecem o jogo. Estas, porém, têm operação sujeita a regras estabelecidas em duas leis:

•         Lei 13.756/ 2018: Regulamentou as apostas esportivas;

•         Lei 14.790/2024: ampliou o alcance da legislação, exigindo que as empresas tenham endereço no Brasil, definindo a tributação e incluindo os jogos online. Esta lei que está em período de transição, incluindo um processo regulatório conduzido pelo Ministério da Fazenda que termina no fim deste ano e vai estabelecer critérios técnicos e jurídicos para a liberação dos jogos online.

No Brasil, o “Fortune Tiger” ficou famoso principalmente devido à extensa campanha que incluiu muitos influenciadores digitais e jogadores que compartilham suas táticas para se dar bem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui