Suzano inaugura em Água Clara, módulo operacional de colheita para a fábrica de Ribas do Rio Pardo

217
visualizações

Em solenidade na manhã desta quinta-feira (20), a Suzano inaugurou em Água Clara, o módulo operacional que irá colher madeira para a fábrica de Ribas do Rio Pardo. A solenidade contou com a presença de Guilherme Christo, gerente de colheita da unidade de Ribas e de Glauton Polite, gerente executivo de operações do mesmo município, que durante seu discurso destacou a importante parceria da Suzano com o município de Água Clara, entre outras, na manutenção de estradas.

Também prestigiou o evento, o vice prefeito Tião Ottoni, representando a prefeita Gerolina Alves, que se encontrava em outra agenda.

Conforme explicado por Christo, este é o sexto módulo a serviço da fábrica de Ribas, que abriga três unidades. Os outros módulos estão em Campo Grande e Sonora. Ha ainda a expectativa de se implantar mais um módulo, sem local ainda definido, mas provavelmente também em Ribas. Cada módulo é personalizado com um animal do cerrado. O de Água Clara é representado pela onça Parda.

Todos estes módulos colherão 9 milhões de madeira juntos, informou Glauton Polite. No município já existe um módulo que atende à fábrica de Três Lagoas.

Módulo VI

Sobre o módulo de Água Clara, que entra em atividade nesta sexta-feira (21), ele começa com 46 operadores e operadoras, sendo 27 formados por meio de parceria entre a Suzano, Komatsu e Senai, com apoio da Prefeitura de Água Clara. Há ainda 14 mecânicos.

Até o final do ano, o modulo deve chegar a 90 colaboradores, incluindo operadores, mecânicos e comboístas, além da equipe de gestão.

Em relação à colheita, o módulo inicia com 13 maquinas, sendo 10 harvester e três forwarder.

Ao todo, o módulo operacional irá contar com 53% das pessoas contratadas de moradores da cidade, formados por operadores(as) de máquinas florestais para colheita e baldio de madeira em áreas florestais, contribuindo assim com a geração de emprego e renda na região.

Cursos de formação

Além da operação, nos primeiros meses de 2024, a Suzano desenvolveu, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o quinto curso gratuito de qualificação profissional para Operador(a) de Máquinas Florestais, com uma turma 100% formada por moradores de Água Clara e região.

“Foram 30 homens e mulheres que se formaram como operadores de máquinas florestais e adquiriram habilidade para iniciar uma carreira no setor que mais cresce atualmente em Mato Grosso do Sul. Seguindo nosso direcionador que diz que ‘só é bom para nós se for bom para o mundo’, essas ações conjuntas de qualificação e valorização da mão de obra local, fortalecem o desenvolvimento econômico das regiões que a Suzano atua. Dessa forma estamos gerando e compartilhando valor com todas as partes interessadas”, destaca Rodrigo Zagonel Diretor de Operações Florestais da Suzano em Mato Grosso do Sul.

hdsr

A primeira etapa do curso durou 30 dias e contou com aulas teóricas no município. Já a segunda parte foi 100% de prática em campo, e teve duração de 90 dias, em sistema de turno rotativo com operação 24 horas que deverá ocorrer acompanhando a operação da colheita florestal nas áreas da Suzano naquele município. Tanto as ações de qualificação, como a operação de um novo módulo na cidade, traduzem o importante papel que a Suzano exerce não só no apoio ao desenvolvimento econômico mas também na promoção de transformação social nos mais de 200 municípios nos quais está presente.

Essas iniciativas vão ao encontro das metas de longo prazo assumidas publicamente pela empresa, de retirar 200 mil pessoas da linha pobreza nas suas áreas de atuação até 2030.

Joao Maria Vicente com Assessoria de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui