Polícia Civil coordena mutirão de limpeza realizado em ONG em que protetoras dos animais foram presas por maus-tratos e poluição ambiental

103
visualizações

Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, por intermédio da DECAT (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), está coordenando um mutirão de limpeza que está sendo realizado em uma residência no Bairro Chácara dos Poderes, onde foram encontrados 212 cães e 12 gatos em situação de maus-tratos, na semana passada. A ação conta com a participação de órgãos estaduais e municipais, com o objetivo de melhorar as condições de saúde e de higiene para os animais que ali vivem, garantindo um ambiente mais seguro e salubre para todos.
O mutirão de limpeza está sendo conduzido pela Vigilância Sanitária e pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (SISEP). Além disso, os animais estão sendo submetidos a exames de sangue, realizados pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), para diagnosticar possíveis doenças e iniciar os tratamentos necessários. Os animais também estão sendo vermifugados e micro-chipados.

Prisão

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul realizou uma operação na Chácara dos Poderes, em Campo Grande, que resultou na prisão de duas mulheres acusadas de maus-tratos a animais e poluição ambiental. A ação foi desencadeada após denúncias de vizinhos e entidades de proteção animal.

Doação de ração para cães e gatos

A Polícia Civil faz um apelo à comunidade campo-grandense, para que façam doações de ração para cães e gatos, a fim de suprir as necessidades alimentares dos animais tutelados pela ONG.
As doações podem ser entregues diretamente na sede da DECAT, na Rua Sete de Setembro, 2421 – Jardim dos Estados, Campo Grande – MS. Telefone: (67) 3325-2567.

Denúncias

Denúncias sobre casos de maus-tratos a animais podem ser feitas pelo telefone: (67) 9653-0934.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui