Mulher é presa por maus-tratos de 560 gatos e cães; pena vai de 2 a 5 anos de prisão

527
visualizações

A dona da organização não governamental (ONG) MiaCat, presa por maus-tratos a animais em Campo Grande na sexta-feira (19), passou por audiência de custódia neste domingo (21) e foi solta. Maiara Corral Morales vai responder em liberdade por abrigar de forma insalubre 560 animais em sua casa, onde funcionava a sede da entidade, no bairro Coronel Antonino.

Como parte das condições de sua liberdade, Maiara deverá providenciar relatórios médico-veterinários constantes sobre a saúde dos animais que abriga. O primeiro será em até sete dias e, posteriormente, um a cada 30 dias.

A defesa de Maiara também apresentou para a justiça um laudo psiquiátrico que embasou a liberdade provisória, alegando que ela é portadora de condições de saúde que demandam cuidados específicos.

O caso

A Polícia Militar Ambiental (PMA) chegou ao local através de uma denúncia feita contra a proprietária, afirmando ter dois macacos-prego vivendo na casa. Os animais exóticos não foram encontrados, mas de acordo com a policia, haviam 110 cachorros e 450 gatos de diversas raças.

A Polícia apontou que os animais estavam sendo mantidos em condições insalubres. O local apresentava forte odor e as vacinas dos cães e gatos estavam atrasadas.

“Quando fomos recepcionados, vimos alguns animais acorrentados, outros deitados próximos a fezes e urina, e havia um odor muito forte. A proprietária é moradora do local e ao irmos ao segundo cômodo, vimos uma cozinha/depósito onde a mulher cozinha e se alimenta, que possui gaiolas com gatos em meio a fezes e tomando soro […]”, conta o sargento da PMA.

Os macacos, que foram o motivo da denúncia, não foram encontrados, mas a polícia continua a busca pelos animais.

A proprietária foi multada em R$ 175 mil pelos crimes ambientais. O caso foi registrado como maus tratos, com pena de 2 a 5 anos de prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui