Polícia Militar de Água Clara prende Homem que tentou matar companheira com quem vivia há 7 anos, usando fogo e gasolina

582
visualizações

Na madrugada desta quarta-feira (10), uma guarnição do 3° Pelotão da Polícia Militar, em Água Clara, por volta de 1h30, compareceu ao hospital municipal para atendimento de uma ocorrência de feminicídio na forma tentada.

Naquela unidade de saúde, uma mulher estava sendo medicada na sala reservada a emergências e após receber alta médica, estando consciente e orientada, passou a relatar o drama que viveu. Confessando ser usuária de drogas, ela disse que mora há sete anos com um homem e que desde o período da tarde de ontem, vinha procurando auxílio de um psicólogo para ser internada, uma vez que deseja se ver livre do vício. Ela conseguiu internação para quinta-feira. Também propôs a internação para o parceiro que, igualmente, é dependente químico, e que passou a ingerir bebida alcoólica e usar crack. Quando foi para o quarto dormir, ao cair da noite, o homem acordou a parceira pedindo que ela deixasse sua casa. Ela, por sua vez, pegou seus objetos pessoais e saiu em direção a porta da cozinha, porém, ele deixou o fogão em frente a porta impedindo a sua passagem e lhe desferiu tapas no rosto e, em seguida, pegou um fósforo e acendeu um balde com gasolina.

Na sequência, proferiu a seguinte frase: “eu já peguei um ano, se eu pegar 15 anos por causa de você não dá nada!”. Depois disso, chutou o balde com a labareda em direção a companheira, atingindo seus membros inferiores e superiores, causando lesões de primeiro e segundo graus especificadas em atestado médico. Em um ato de desespero, a mulher removeu o fogão com o corpo ainda em chamas e conseguiu sair da casa. Do lado de fora, rolou no chão para apagar as chamas em seu corpo, enquanto o homem assistia a tudo, sem ajudar a vítima.

Segundo a mulher, ele apenas apagou com água as chamas que se alastraram pelo imóvel.

Questionada como o companheiro conseguiu o combustível, a mulher passou disse que o tio dele, que reside ao lado, possui equipamentos que funcionam a base de combustível. Por esta razão, premeditadamente, ele furtou o combustível para alcançar seu resultado pretendido.

Por conta disto, o homem foi preso em flagrante delito, quando estava trancado em sua casa. Em revista no imóvel, acompanhados pela mulher, ela apontou o balde em que ele ateou fogo e o galão de gasolina que furtou do tio. Além disso, segundo relato dos policiais, dentro do imóvel havia um odor muito forte, característico de combustível fóssil, como também era perceptível que houve um incêndio no local, pois o sofá de cor azul estava visivelmente queimado.

Da redação/Polícia Militar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui