Suzano compartilha em vídeo avanços nas obras da sua nova fábrica em Ribas do Rio Pardo (MS)

757
visualizações

As obras de construção da nova fábrica de celulose da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, em Ribas do Rio Pardo (MS), seguem o cronograma com importantes avanços registrados até janeiro. O andamento das frentes de trabalho pode ser conferido em novo vídeo divulgado pela empresa por meio do link: https://bit.ly/video-avanco-obras.

Neste mês foram destaques o início formação da pilha de biomassa e a primeira etapa da fase de comissionamento. Esta etapa também promoveu o primeiro acendimento da caldeira de força, a montagem do enfardamento nas máquinas extratoras de celulose, das lamelas nos evaporadores e começaram as montagens dos turbogeradores na Casa de Força. Outro processo que teve início é a geração de água tratada no site industrial, estando agora disponível para as Caldeiras. 

Na área de obras especiais – compromissos relacionados ao cumprimento do Plano Básico Ambiental (PBA) , em janeiro foram realizadas a conclusão do telhado, piso, e esquadrias na nova delegacia da Polícia Civil; do piso cerâmico da Casa do Trabalhador; bem como a conclusão da estrutura metálica do telhado e alvenaria no projeto habitacional, onde estão sendo construídas 50 casas de interesse social que serão entregues à Prefeitura de Ribas do Rio Pardo. A empresa também concluiu em janeiro a Casa de Acolhimento e o posto da Estratégia de Saúde da Família.

A Suzano completou também o plantio do cinturão verde da fábrica e os túneis de passagem da fauna por baixo da BR-262. É possível notar no vídeo ainda o avanço na construção dos terminais portuários DPW e T32 e início das montagens dos equipamentos nas oficinas.

Projeto Cerrado

Anunciado em maio de 2021 e confirmado pelo Conselho de Administração da Suzano no início de novembro do mesmo ano, o Projeto Cerrado está recebendo investimento total de R$ 22,2 bilhões e, atualmente no pico da obra, está gerando cerca de 10 mil empregos diretos. Prevista para entrar em operação até junho de 2024, a nova fábrica – que será a unidade mais competitiva da Suzano –, vai produzir 2,55 milhões de toneladas de celulose de eucalipto por ano, empregando 3 mil pessoas, entre colaboradores próprios e terceiros, nas áreas florestal e industrial, e movimentando toda a cadeia econômica da região.

Sobre a Suzano

A Suzano é a maior produtora mundial de celulose, uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, líder no segmento de papel higiênico no Brasil e referência no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras a partir de matéria-prima de fonte renovável. Nossos produtos e soluções estão presentes na vida de mais de 2 bilhões de pessoas, abastecem mais de 100 países e incluem celulose; papéis para imprimir e escrever; papéis para embalagens, copos e canudos; papéis sanitários e produtos absorventes; além de novos bioprodutos desenvolvidos para atender a demanda global. A inovação e a sustentabilidade orientam nosso propósito de “Renovar a vida a partir da árvore” e nosso trabalho no enfrentamento dos desafios da sociedade e do planeta. Com 100 anos de história, temos ações nas bolsas do Brasil (SUZB3) e dos Estados Unidos (SUZ). Saiba mais na página https://www.suzano.com.br/

Assessoria de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui