Câmara homenageia músicos com diploma de Mérito Cultural, títulos e moções

120
visualizações

Na noite desta terça-feira (21), em uma solenidade com propostas do vereador Tonhão e Sirlene, foram homenageados músicos da cidade com títulos de Cidadão Três-lagoense e Benemérito, Moções de Reconhecimento e de Congratulação, bem como com diplomas de Mérito Cultural “Flora Thomé”. Todas as homenagens foram entregues para músicos com mais de 25 anos de dedicação à música. Alguns, inclusive, com mais de 60 anos de dedicação exclusiva.

O título de Cidadão Três-Lagoense foi entregue para Arcione Camilo de Caldas, Frederico Ferreira Neto (Fred) e Moacir Candido Dias (Moacir Dos Azes). O título de Cidadão Benemérito foi entregue a Carlos Pinho de Almeida (Pinho). A diferença entre os dois títulos é que o primeiro é entregue apenas para cidadãos que não nasceram no município. Em ambos os casos, os homenageados devem ter prestado relevantes serviços em prol da cidade.

O diploma de Mérito Cultural “Flora Thomé”, destinado para reconhecer pessoas, sejam elas naturais ou não da cidade, que tenham destaque na atuação cultural no município, foi entregue para: Gilberto Lima Santana e Valdenir Gonzaga Dias (Caju).

As Moções de Congratulação foram entregues para: Alessander Oliveira dos Santos (Tato), Alexandre Olegário de Souza (Xande), Emanoel de Deus Borges (Mané), Everton de Oliveira Ottoni, Fernando Alves Medeiros (Nando), Gevanilso Wander de Oliveira (Wander), Helder Albino dos Santos e Raimundo Oliveira Gonçalves (Liborinho).

As Moções de Reconhecimento foram entregues para: Antônio Marcos Barbosa da Silva (Marcão), Cícero Aparecido Rodrigues Costa (Babi), Eduardo Alves de Souza (Duzão), João Antonio dos Santos Neto, Jurandir Bertalli (Didi), Luiz Carlos Lima dos Santos (Luizinho), Marcelo Alencar dos Santos e Nelson Manoel dos Santos.

O vereador Tonhão presidiu a solenidade e, ao dar início, citou que os músicos, classe que recebeu as honrarias, foi uma das mais atingidas pela pandemia. “E agora, quatro anos depois do início de um período que afetou muito vocês, terão um reconhecimento em vida”, destacou o parlamentar. Após a abertura, foram entregue as 22 honrarias e depois, alguns homenageamos se apresentaram, dando um show e demonstrando todo seu talento, justificando as merecidas homenagens.

AGRADECIMENTOS

Nelson Manoel disse, emocionado, que “é muito bom receber em vida um reconhecimento, pois isso geralmente acontece só depois que a pessoa morre, principalmente quando falamos de cultura”. Marcelo Alencar afirmou que após cada currículo lido, passou uma história de uma vida sofrida, com um início que não tinha tantos recursos como se tem hoje: “e uma história que hoje se cruza com essa gratidão. E que Deus abençoe a trajetória de todos”.

Caju fez questão de cumprimentar todos os familiares presentes, pois é com a ajuda deles e com “as homenagens que fazem crescer a cultura sul-mato-grossense na cidade, região e Estado”. “Representa muito na minha vida estar aqui hoje”, iniciou Pinho. Aos vereadores, destacou que: “o que vocês estão fazendo hoje, esse reconhecimento, não tem nada que pague”.

Sirlene, com uma felicidade evidente proporcionada emoção de todos e pelos ritmos musicais da noite, parabenizou e desejou um futuro de muito reconhecimento para toda a classe. Tonhão, encerrando a solenidade, falou do seu envolvimento com esta arte em específico e enalteceu a carreira, inclusive, internacional dos homenageados. “De certo modo, todos aqui fazem parte da minha trajetória particular, pois através do meu pai, também me apaixonei pela música”, relatou o parlamentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui