Arauco receberá licença de instalação para iniciar as obras da fábrica de celulose

918
visualizações

A empresa chilena Arauco está prestes a receber a licença de instalação para iniciar as obras de construção da sua fábrica de celulose em Inocência (MS), às margens do Rio Sucuriú, com investimento estimado em R$ 15 bilhões.

A informação foi divulgada pelo governador Eduardo Riedel. A Arauco já possui florestas no estado e planeja iniciar ações para concretizar o projeto assim que obtiver a licença.

A fábrica de celulose está programada para entrar em operação em 2028, com uma primeira linha de produção, seguida por uma segunda em 2032. Cada uma terá capacidade para produzir 2,5 milhões de toneladas de celulose por ano, operando 24 horas por dia, 7 dias por semana. A escolha da Arauco de investir no estado foi motivada pela sua localização estratégica, e a produção no país proporcionará uma alternativa mais rápida de obtenção de matéria-prima, com florestas de eucalipto que possuem um ciclo de crescimento mais veloz do que o pinus utilizado no Chile.

Na primeira fase, o investimento previsto para a fábrica será equivalente ao da Suzano, outra gigante do setor, que planeja inaugurar uma unidade em Ribas do Rio Pardo ainda este ano. O governo estadual realizou investimentos logísticos na região, incluindo a construção de uma pista de taxiway, pátio e cerca operacional, com um valor total de R$ 15,4 milhões.

A licença ambiental anterior, concedida à empresa pelo Imasul, atestou a viabilidade ambiental do empreendimento. A produção de celulose tem representado uma parcela significativa das exportações do estado, e a produção florestal se tornou uma aposta importante no setor industrial, com o Mato Grosso do Sul possuindo a segunda maior área de eucalipto cultivada, com 1,2 milhão de hectares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui